domingo, 21 de fevereiro de 2016

Desvio Padrão


A história da criação do Desvio Padrão

O termo Desvio Padrão foi criado por Karl Pearson ( 1857 – 1936), Matemático britânico, reconhecido como o pai da Estatística Aplicada e um dos maiores defensores da introdução da estatística, no nível secundário ( atual ensino médio). Em 1896 foi eleito membro da Royal Society of London. Fundou o departamento de estatística aplicada da Universidade de Londres, e este foi o primeiro departamento dos Estatísticos em Universidades no mundo.
Era seguidor e amigo de Francis Galton ( 1822 – 1911), notório pesquisador de Eugenia. Com a a morte de Galton, Karl Pearson foi o primeiro professor a lecionar as aulas de Eugenia de Galton, e levou essa atividade até 1933.
Dedicou-se ao desenvolvimento de métodos matemáticos que explicassem a hereditariedade e a evolução humana. Este interesse fez Pearson impulsionar a Estatística, tendo criado o “método dos momentos” e o sistema de “curvas de frequência” utilizado ostensivamente para a descrição de fenômenos naturais.
Criou o teste do “qui-quadrado (x2 )” em 1900, e este teste constitui a base da Estatística para pequenas amostras populacionais, servindo para medir a confiança de resultados estatísticos, testar hipóteses e etc. Finalmente, em 1893, criou o termo Desvio Padrão para identificar os procedimentos utilizados com os dados extraídos do Cálculo da Variância. O Desvio Padrão é a resultante da raiz quadrada da Variância.
É interessante observar e destacar que no processo de criação do termo Desvio Padrão, Pearson estava trabalhando com o que mais gostava e necessitava. Foi criando métodos matemáticos que este grande Cientista impulsionou a Estatística, tendo sido pioneiro na inserção da mesma nos estudos escolares, inclusive no Ensino Superior. É fácil de observar as relações entre o Surgimento e popularização do número de ouro ( PHI ) e das Razões Áureas, bem como todos processos de criação dos sistemas numéricos e de medidas. Existem histórias valiosas e de muita superação, mas acima de tudo, é notório os esforços empreendidos em busca de uma resposta. É possível que as dificuldades dos aprendizes de Estatística e Matemática, estejam no desconhecimento das aplicabilidades e de quantas etapas tiveram que ser vencidas até chegarmos nas fórmulas que ficam mais prazerosas de se aplicar quando se conhece a sua fundamentação.
Como toda postagem tem um vídeo indicado, abaixo um ótimo material com a apresentação e disponibilização do APP ESTATÍSTICA do GTED (Grupo de Pesquisa em Tecnologias da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS). É um aplicativo Android postado no Google Play gratuitamente, com a possibilidade de alternar entre Portugues/BR e English/UK. 
O APP é completo para Estatística básica e avançada.  Assista o vídeo abaixo no Youtube e tenha acesso ao link de download.









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.